Um brinde ao inesperado! E às diversas formas de seguir em frente! (Fernanda Mello)

7 de ago de 2011

Conversa


"Vai lá, segue sua vida, você ainda vai encontrar alguém sensacional, e descobrir que eu não era ela." Era esse o meu pensamento enquanto eu te via subindo a rua, levando contigo todas as consequências do meu talento em decepcionar pessoas. Eu não ouvia nada que falavam no telefone, eu apenas entrava em casa e pensava em como dessa vez tudo estava diferente. O peso das palavras que me acompanharam minutos atras ainda doía, a madrugada terminava diferente de todas as outras.
Dessa vez as dúvidas tinham ficado naquela calçada. Agora eu colecionava certezas. E uma maior, que destacava diante de todas as outras:
Eu construí a minha infelicidade!
E apesar de terminar falando que não possuíamos uma conclusão, eu já tinha a minha.
Sua voz firme, e seu olhar distante falaram mais do que toda a sua teoria de orgulho.
É claro que as lágrimas já ameaçaram milhões de vezes a desabar, mas preferir respirar fundo.
Eu fui emoção até agora,
mas deixar meu coração assumir toda culpa sozinho seria dor demais que eu suportasse.
Passei o comando para a razão!

"Faça alguma coisa ruim
que me impeça imediatamente
de sentir esse amor absurdo por você!"






Nenhum comentário: